INTRODUÇÃO

Olá empreendedoras, empreendedoras, empresários, meu nome é Levy. Já trabalhei: no ramo de comércio (loja de produtos agropecuários); no ramo da indústria (Fábrica de rações, concentrados e suplementos minerais); no ramo de serviços (fui sócios de escola particular). Também já fui produtor rural atuando na engorda de bovinos em sistema semi-extensivo.

Depois de acumular experiência por mais de 30 anos, hoje eu trabalho com consultoria e instrutória. Tenho também o meu negócio de alugueis, referentes as coisas que conquistei ao longo da vida.

Mas o meu assunto aqui é o seguinte, tenho trabalhado com empresários através consultorias e instrutórias. O trabalho que a gente faz nas consultorias fazem é o seguinte: você vai na empresa, você percebe como empresa é, se está funcionando bem, a gente dá dicas, ensina ferramentas.

Por exemplo: controlar dinheiro, estoque, dicas para fazer gestão de pessoas e isso ajuda o empresário. Mas uma coisa que a gente quase não faz é atuar na cabeça, na forma de pensar, na mentalidade e isso eu falo por experiência.

PARA REFLEXÃO

Vamos lá, vai pensando enquanto eu vou falando. Você conhece alguém bem-sucedido, no ramo de por exemplo de supermercado e farmácia. Pois bem você conhece também alguém que não teve sucesso nesses ramos.

Já escutei muito a seguinte pergunta: O que você acha que eu faço, qual ramo de negócio devo montar. Aqui eu já vou direcionando a nossa conversa, quero fazer postagens com frequência, para vocês, sobre esses assuntos.

SOLUÇÃO

Na verdade, o melhor negócio é investir na mudança de mentalidade. Quando você vê o mundo de uma forma diferente, melhora a eficiência nos negócios, enxerga com mais facilidade as oportunidades que estão passando a sua frente.

Quando você tem consultoria, vai te ajudar, é claro que vai, por que você vai aprender ferramentas importantes de gestão, mas não vai resolver essa sua busca interna.

Os negócios rendem mais quando os comportamentos estão mais focados. O que eu quero dizer, é que nós vamos fazer um trabalho em relação ao que acontece, na nossa cabeça (mentalidade).

PROPOSTA DE TRABALHO

E nesse sentido que eu vou estar fazendo um trabalho. Toda semana eu vou postar um material no YouTube, no meu Blog (https://www.levy.blog.br/), onde tem a postagens da França Consultoria Instrutória (trabalha com planejamento e gestão com foco em estratégias).

O que, que se faz para as coisas acontecerem, qual é a dica, qual é a sacada, por que que dá certo para uns e não dá certo para outros. Esses serão os assuntos em pauta.

Eu vou começar nas próximas semanas com alguns assuntos, provavelmente eu vou comentar primeiro, com a área financeira. Abordarei os através de uma visão mais sistêmica (dialética), por exemplo se está complicado, vou pedir para procurar as razões do por que complicou.

As crises não atingem todos com a mesma intensidade, certamente foi algum aspecto na forma de pensar. Já percebi que quando o empresário entende a partir da mentalidade, da forma de pensar, ele render mais.

Sei que isso não é muito simples, mas sei não é tão complicado também, vou postar a partir da próxima semana. Meus materiais, minhas experiências, minhas consultorias, onde empresários passaram a render mais, não só no negócio, mas também enquanto pessoa.

Essas dicas vou passando toda semana, eu quero que vocês vão lá nas postagens, dando dicas, gostei e não gostei, sugestão de assuntos. Pois aí estudar, eu posso pensar, se já tiver a resposta pronta na outra semana já faço um vídeo sobre o assunto (sem identificação). As vezes os outros tem as mesmas dúvidas.

EXPECTATIVA

Espero poder ajudar muito todos os empresários, que seja uma grande contribuição, trabalhar a mentalidade, a forma de pensar, a forma de entender um negócio. Passando dicas de estratégia, validando seus objetivos e metas e definindo os melhores caminhos.

Contem comigo, vocês vão perceber, vai ser um excelente bate papo, onde vocês vão poder pergunta e dar dicas. Vou estar sempre à disposição, que vocês possam crescer, enquanto empreendedores e enquanto pessoas.

Vamos que vamos, até mais.